Durante toda a vida somos confrontados por situações desafiadoras. Para conseguirmos encontrar soluções ou contornar esses desafios é fundamental desenvolvermos o pensamento crítico e a capacidade de resolução de problemas. Isso pode ser feito ainda na infância por meio de cursos, como de robótica e programação.

Afinal, ao contrário do que muitos acreditam, essas habilidades não devem ser adquiridas com o passar do tempo e a experiência de vida. Na verdade, o ideal é que sejam trabalhadas ainda na infância, porque desse modo a criança descobrirá como encontrar soluções mais viáveis e aprimorará seu pensamento crítico.

Sabia que uma das formas de ajudar seu filho a desenvolver essas competências é por meio do aprendizado de tecnologia? Esse saber proporciona diversos benefícios, e é sobre isso que falaremos neste artigo. Continue lendo para compreender como ele ajuda a resolver problemas de forma mais simples e autônoma!

Resolução de problemas, pensamento crítico e sua relação

Todo mundo vivencia problemas de vez em quando. Alguns são grandes e complicados, enquanto outros mais simples e podem ser facilmente resolvidos. Esses desafios surgem no dia a dia, seja no trabalho, na escola ou até mesmo em casa.

Mas, independentemente do tipo de problema, ele precisa ser tratado de forma construtiva e eficiente. Assim, devemos estar preparados para lidar com essas situações a partir de habilidades necessárias para identificar soluções, como a resolução de problemas e o pensamento.

Sobre a resolução de problemas

É fato que quando os problemas surgem procuramos ao máximo resolvê-los. Entretanto, é muito comum que nesse processo diversos erros sejam cometidos até chegarmos a um resultado final satisfatório. Quando isso acontece, demonstra que nossa capacidade de resolução de problemas ainda não está bem desenvolvida.

Ela não se limita a encontrarmos uma solução para um desafio, mas, sim, saber lidar com essa situação da melhor maneira possível e encontrar caminhos mais viáveis. Porém, sem precisar passar por complicações maiores para atingir um bom resultado.

A resolução de problemas consiste em analisar a situação, definir qual é o problema, fazer questionamentos, refletir sobre possíveis soluções, encontrar diversas opções, definir qual delas é a melhor e colocar em prática.

Ou seja, não se trata de tentarmos alguma coisa de qualquer jeito, mas pensar sobre o que está acontecendo e trabalhar essa situação de uma maneira mais racional. Assim, reduzimos o trajeto entre o desafio e a sua solução, sem encontrar grandes obstáculos pelo caminho.

Sobre o pensamento crítico

Pela definição de resolução de problemas é possível perceber que ela depende muito do pensamento crítico. Como você viu, é preciso refletir sobre os desafios que surgiram e as possíveis soluções para ele, a fim de encontrar a melhor resposta.

O pensamento crítico consiste em usar a lógica e a razão para analisar as situações, dados, informações e fatos. Ele não deve ser influenciado por sentimentos ou emoções, porque não se trata daquilo que é a nossa preferência, mas o que seria mais viável para alcançar um bom resultado.

Resolução de problemas X pensamento crítico

A resolução de problemas e o pensamento crítico se relacionam de forma direta. Quando precisamos vencer um desafio não podemos agir de forma impulsiva. É preciso refletir e analisar todas as possibilidades para definir qual delas é a melhor e mais viável, independentemente das nossas preferências.

A resolução de problemas e o pensamento crítico referem-se basicamente à capacidade de usar conhecimento, fatos e dados para solucionar desafios de maneira eficaz. Isso não significa que você deve ter uma resposta imediata para tudo, mas precisa entender como avaliar as situações e encontrar soluções.

Pensamento crítico e resolução de problemas são habilidades semelhantes. Suas estruturas se baseiam em abordar e enfrentar diferentes desafios, envolvendo os seguintes procedimentos:

  • fazer perguntas;
  • definir o problema;
  • examinar evidências;
  • gerar ideias;
  • analisar suposições;
  • evitar a simplificação;
  • considerar outras interpretações;
  • gerar soluções;
  • verificar se são aplicáveis ou não.

Quando se trata de pensamento crítico, resolução de problemas e aprendizagem de questionamentos, muito é facilitado pela tecnologia. Assim como Bill Gates disse uma vez: “todos devem aprender como programar um computador, porque ele ensina a pensar”, devemos explorar as competências que a tecnologia oferece para lidar com o mundo digital.

Hoje, somos receptores passivos de uma imensa quantidade de inovações. Essa explosão de informações tende a aumentar no futuro, por isso, crianças e adolescentes precisam desenvolver e aplicar efetivamente habilidades de pensamento crítico aos problemas complexos que enfrentarão.

A principal razão pela qual os jovens estudantes devem ser encorajados a aprender programar, por exemplo, é porque este conhecimento básico de informática ajuda a entender a lógica e desafios por trás do mundo digital. Afinal, saber usar as tecnologias e conhecer a lógica por trás delas são habilidades muito diferentes.

A importância de desenvolver novas habilidades tecnológicas

O pensamento crítico e a resolução de problemas são importantes para todos os aspectos da sociedade. Eles tornam as pessoas capazes de realmente tomar decisões assertivas sobre seus assuntos pessoais e cívicos. Se crianças forem ensinadas desde cedo a pensar criticamente, terão essa habilidade como guia em todos os momentos de suas vidas.

É importante ensinar aos nossos estudantes como fazer boas perguntas e pensar criticamente, a fim de continuar o avanço dos próprios campos que estamos ensinando nas escolas. Afinal, toda área de estudo apenas permanece ativa quando novas questões são geradas e exploradas.

Os estudantes podem usar essas habilidades para planejar e conduzir pesquisas, gerenciar projetos, resolver problemas e tomar decisões informadas, usando ferramentas e recursos digitais apropriados.

Mas, apesar das inúmeras tecnologias educacionais, os alunos ainda acham difícil alcançar padrões de aprendizado para explorar essas competências. O mundo precisa de um sistema de educação que incentive e estimule as crianças, proporcionando o aprendizado que precisam – e merecem – para desenvolver seu potencial.

A seguir, falamos sobre duas formas de proporcionar o aprendizado tecnológico para crianças e adolescentes, com o intuito de favorecer a capacidade de resolução de problemas, o desenvolvimento do pensamento crítico, entre outras habilidades e competências muito importantes. Veja.

Novos modelos de ensino

Existem novos modelos de ensino, que propõem maior protagonismo do aluno e veem o professor como um auxiliar na aprendizagem, em vez de um transmissor de ideias. Eles estão espalhados por países na América do Norte, Europa e Ásia e mostram resultados inspiradores para a educação em nosso país.

No Brasil, há algumas escolas que já estudam a aplicação desses modelos de educação mundial no currículo escolar. Por meio deles, os alunos podem esclarecer todas as suas dúvidas e desenvolvem as habilidades de resolução de problemas e pensamento crítico, entre muitas outras essenciais para seu aprendizado e formação.

Cursos tecnológicos

Os cursos tecnológicos visam otimizar o aprendizado e preparar as novas gerações para os desafios do século 21. São desenvolvidos com base em metodologias multidisciplinares, ou seja, que envolvem diversas áreas de conhecimento, inclusive aquelas consideradas como difíceis ou complicadas, como a Matemática e a Física.

O aprendizado se dá de uma forma mais interativa, pois os próprios alunos constroem o conhecimento. Eles têm autonomia para procurar por soluções para os desafios que são propostos pelo professor.

Algumas opções muito interessantes são a robótica e a programação, que já está sendo considerada como o novo inglês. Afinal, ela permite não só conhecer e dominar os recursos tecnológicos, mas entender a lógica por trás deles.

Nos cursos tecnológicos os alunos trabalham em grupos, têm um problema para solucionar e precisam aplicar habilidades como pensamento crítico, trabalho em equipe, organização, raciocínio lógico e criatividade para chegar a um bom resultado.

Eles trabalham todas essas competências sendo constantemente motivados a buscar conhecimento. Assim, aprendem mais e seu interesse pelo aprender é despertado. Isso faz com que tenham melhor desempenho na escola e se preparem para o mercado de trabalho.

As habilidades essenciais para o futuro

A tecnologia modificou o mercado de trabalho e vem trazendo mudanças que afetarão todo o mundo moderno. Muitos empregos aparecerão em áreas que hoje são pouco exploradas, e cerca de 65% das crianças que entram no ensino fundamental ocuparão posições em carreiras que ainda não existem.

Aprender programação na infância, por exemplo, pode ajudar na tomada de decisão racional na fase adulta, resultando em sucesso nas escolhas profissionais. Por isso, nunca é cedo demais para crianças começarem a se preparar para uma carreira profissional.

A capacidade de resolução de problemas a partir do pensamento crítico é uma habilidade que os empregadores valorizam muito. No atual ambiente de negócios, as organizações identificaram essas como habilidades essenciais, porque constroem profissionais:

  • com maior liderança;
  • mais proativos;
  • criativos e inovadores;
  • mais autônomos;
  • que trabalham melhor em equipe;
  • mais focados e motivados;
  • que demonstram inteligência emocional.

Os profissionais mais bem-sucedidos têm a capacidade de avaliar o ambiente, analisar uma situação, projetar uma solução e vencer em cenários competitivos. Sendo assim, os empregadores buscam colaboradores que possam resolver problemas sozinhos ou como membros efetivos de uma equipe.

Existe um grande reconhecimento daqueles que atuam dessa forma. É muito comum os empregadores demonstrarem gratidão quando funcionários são capazes de oferecer insights e novas perspectivas. Eles apresentam maneiras mais eficientes de fazer as coisas dentro das empresas, e isso favorece seu crescimento profissional.

Além dessa valorização, a resolução de problemas e o pensamento crítico são duas habilidades essenciais para o futuro em função da própria característica do mercado de trabalho. A tendência é surgirem novos desafios que exigiram uma visão inovadora e perspicaz para que o profissional tenha uma boa atuação e seja competente.

Sobre a Happy Code

Happy Code é uma escola de tecnologia e inovação, criada a partir da necessidade do ensino de competências digitais para uma geração que já nasceu conectada. Nosso método de ensino é baseado no conceito global STEM – Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática – que trabalha disciplinas fundamentais na formação de alunos mais preparados para lidar com os novos desafios da era digital.

Oferecemos cursos interativos de programação, desenvolvimento de games e aplicativos, robótica com drones, Internet das Coisas e mais, introduzindo os alunos a um ambiente inovador, como o exigido pelo mundo atual. Por meio do aprendizado baseado em projetos, nosso conteúdo estimula o raciocínio, a criatividade e o pensamento crítico.

Por meio de cursos como esses, você pode ajudar seu filho a desenvolver as habilidades de resolução de problemas e o pensamento crítico. Assim, ele terá melhor desenvolvimento e aprendizado agora, o que impactará toda a sua formação tornando-o bem capacitado e competente para atuar no mercado de trabalho do futuro.

Quer conferir outras dicas para ajudar seu filho a vencer os desafios do século 21? Então, assine a nossa newsletter e receba informações em seu e-mail!

Quer que seu filho aprenda na prática?





Powered by Rock Convert