fbpx

Quando se fala em educação na infância, debate-se muito sobre as evoluções no aspecto cognitivo que ocorrem nessa fase. Porém, algumas vezes outro factor também relevante é deixado de lado: o desenvolvimento emocional infantil.

Trata-se da aquisição de competências relativas ao controle e à expressão de sentimentos a partir de experiências vividas. Assim a personalidade da pessoa é construída, o que ocorre de maneira acentuada nesse período, por causa da flexibilidade cognitiva e da sensibilidade da criança.

Quer perceber melhor a importância do desenvolvimento emocional infantil e o que fazer para estimulá-lo? Continue a ler!

Porque o desenvolvimento emocional infantil é tão importante?

Embora um pouco negligenciado por algumas pessoas quando se trata da educação da criança, o desenvolvimento emocional infantil tem grande relevância na vida do indivíduo a longo prazo. Descubra as razões que explicam isso.

Atenuação do egoísmo

Atitudes egoístas são comuns quando há falhas no desenvolvimento emocional infantil. Isso é comprovado pelas situações em que as crianças não aceitam dividir objetos — como brinquedos —, espaços ou até mesmo pessoas.

Por outro lado, quando o processo é bem trabalhado desde cedo, valores éticos e morais são repassados aos mais pequenos. Assim eles passam a compreender que não estão sozinhos no mundo, a respeitar o espaço do outro e a partilhar sempre que necessário, o que impacta a maneira como se relacionam no meio social.

Aceitação de mudanças

Não é raro ver crianças a demonstrar maus comportamentos, com choros ou gritos, face a alterações indesejadas. São situações como uma mudança de residência ou de escola, o distanciamento de amigos, a inserção de novas pessoas no grupo de amizades, entre outras.

Por isso, é fundamental desenvolver o lado emocional, para que o seu filho aprenda a aceitar acontecimentos como esses sem grandes sofrimentos, uma vez que a inteligência emocional é trabalhada no desenvolvimento emocional infantil. Ela ensina os mais novos a reconhecerem o que estão a sentir e a experimentar, sim, os sentimentos, porém de maneira saudável, sem deixar que eles os afectem de maneira desproporcional ou por muito tempo.

Capacidade de ouvir mais

Uma pessoa que não teve o lado emocional bem trabalhado na infância pode demonstrar maior dificuldade em ouvir o outro, seja para receber um conselho, seja para conhecer um ponto de vista diferente. Isso acontece porque, nessas situações, o egoísmo ou a falta de noção sobre as diferenças falam mais alto.

Logo, desenvolver as emoções ajuda a criança a ter maior capacidade de escutar. Ela vai aprender sobre a existência das outras pessoas, entendendo que deve respeitar os sentimentos e as opiniões delas mesmo que se sinta contrariada.

Desenvolvimento de empatia

Além de simplesmente ouvir o outro, algumas vezes a vida exige que nos coloquemos no lugar do outro e isso ocorre de maneira natural quando aprendido desde cedo. Isso acontece exactamente na fase em que o aspecto emocional da criança está em desenvolvimento.

É nesse momento que ela está mais susceptível a influências externas, absorvendo o sentimento de solidariedade mais facilmente e agindo de forma a não prejudicar ou restringir os direitos de outras pessoas.

Como os pais podem ajudar no desenvolvimento emocional infantil?

Por conviverem desde muito cedo com a criança, os pais são os principais responsáveis pelo desenvolvimento emocional delas. Afinal, são os primeiros com quem elas se relacionam. Nesse sentido, as crianças devem ser ensinadas a identificar e respeitar os sentimentos alheios.

Além disso, devem perceber o que eles mesmos sentem e como canalizar essas emoções para algo produtivo. Para isso, o diálogo é a melhor estratégia. É preciso, então, que os pais sempre digam o que estão a sentir, para que as crianças aprendam a identificar as sensações e a lidar com elas.

Desta forma, deve ter compreendido que o desenvolvimento emocional infantil merece atenção. Envolve ensinamentos pertinentes à compreensão e ao controlo de emoções, e facilita a convivência em sociedade.

Essas questões terão grande impacto na vida adulta dos seus filhos, pois determinam a maneira como eles vão reagir a frustrações e conquistas, inevitáveis na vida pessoal, académica ou profissional. Assim, tratar do tema com o zelo devido é preocupar-se com a pessoa que eles serão no futuro.

Estas informações sobre desenvolvimento emocional infantil foram úteis? Partilhe-as nas redes sociais para que os seu amigos também possam ficar mais informados!

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos leccionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de actuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code lecciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projectos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.
Para saberes mais, vê os nossos cursos e segue-nos:

 face   insta   twitter    pint

Powered by Rock Convert