fbpx

Sabe o que é inteligência cognitiva? Já ouviu falar em cognição e desenvolvimento cognitivo? Vamos falar sobre estes processos, que nos acompanham a todos, desde a infância até à velhice, ou seja durante toda a vida. Então, nada melhor do que entender o seu significado para saber lidar melhor com as situações, experiências e desafios que temos diariamente.

O que é inteligência cognitiva?

Vamos por partes! A cognição são as condições que oferecem a obtenção de conhecimento. Já a capacidade cognitiva é a capacidade que cada um tem, individualmente, de interpretar os estímulos do ambiente envolto e também de si mesmo para tomar as decisões do próprio comportamento.

Para ser ainda mais claro, a definição de cognição consiste num conjunto de competências mentais e cerebrais que são necessárias para a obtenção de conhecimento sobre o mundo. Compreendem competências de pensamento, abstração, raciocínio, memória, linguagem, capacidade de resolução de problemas e até mesmo a criatividade.

O desenvolvimento dessa inteligência cognitiva é feito com um processo constante e crescente de aprendizagem. Desta forma, é muito importante procurar sempre novos conhecimentos e desafios para manter a mente activa e sempre a trabalhar.

A inteligência cognitiva na nossa vida

inteligência cognitiva também pode ser chamada de inteligência intelectual e, em resumo, pode ser caracterizada pela capacidade que cada um tem de manipular informações e lhes dar resposta. Essas informações são os dados de conteúdo cognitivo e podem ser as ideias que formam o pensamento ou os valores, que são o conteúdo do juízo.

Através da nossa inteligência cognitiva conseguimos discernir as relações entre os dados concretos e os abstractos da nossa mente. Durante a vida há várias dessas relações, sejam elas de identidade, semelhança, diferença, exclusão e muitas outras situações por que passamos dia após dia. Podemos dizer que somos seres em constante transformação, não é verdade?

O que caracteriza a inteligência cognitiva?

Pode-se dizer que o que caracteriza a inteligência cognitiva é a capacidade de permitir que novos conteúdos se criem a partir da sua actividade. Ela traz tudo o que é novo e pode transformar as situações em novas perspectivas, diferentes das experiências anteriores.

Por isso, é muito importante sair da zona de conforto e aprender novas coisas, estudar, aprender uma nova língua, enfim procurar conhecimento e conseguir novas competências pessoais.

As actividades da inteligência cognitiva

A inteligência cognitiva pode ser separada em duas actividades distintas sendo elas, a actividade criativa e a actividade reprodutiva. Na primeira, a criativa, a pessoa cria novas condições e situações das quais ainda não teve experiência, é elaborada pela criatividade de cada um. Já a actividade reprodutiva é o processo de identificação e reprodução das condições e situações já estabelecidas através do ambiente, das relações com outras pessoas, meios de informações, experiências já vividas, entre outros.

Como desenvolver a inteligência cognitiva?

Nós desenvolvemos a inteligência cognitiva em todas as fases da vida. Na infância estamos a descobrir e a tentar perceber todas as situações, assimilando-as na nossa mente. Para o desenvolvimento cognitivo, é importante aprender novas coisas, que estimulem todas as competências envolvidas. Uma dica para que isso aconteça, seria com a aprendizagem de programação e robótica, sendo assim possível assimilar todas estas competências.

Como escola especializada em cursos de tecnologia e inovação, a Happy Code, através das aulas com metodologia única baseada no conceito global STEAM – Science, Technology, Engineering, Arts and Math, insere os alunos num ambiente 100% online, com equipamentos individuais e actividades baseadas em jogos e projectos que os fazem pensar e imergir num mundo completamente novo, além de estimular o raciocínio lógico, criatividade, relacionamento em equipa, entre outros.

A inteligência cognitiva e as aulas de programação

A inteligência cognitiva pode ser desenvolvida através de novos conhecimentos e com as aulas de programação os alunos podem desenvolver todas essas competências e assimilar novas informações e experiências.

 

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos lecionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de atuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code leciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projetos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.
Para saberes mais, vê os nossos cursos e segue-nos:

 face   insta   twitter    pint